Um currículo bom ajuda a abrir portas

Autor: Darci Garçon
Fale com o autor
www.incorporese.com.br

Elaborar um currículo. Essa é a primeira providênciaque a pessoa deverá tomar ao sair em busca de uma nova oportunidade profissional. Ele será o cartão de visitas, que contará pontos a favor ou contra, conforme estiver preparado.

E para organizar um bom currículo, devemos considerar duas etapas  de trabalho. A primeira delas, deverá seruma parada para reflexão e auto-avaliaçãodo passado profissional. A segunda, será uma operação bem mais simples e diz respeito a colocação das informações  no papel.

Primeira etapa: reflexão e autoavaliação

É importante gastar algum tempo para pensar e refletir sobre as experiências nos empregos anteriores: estimar o nível de aperfeiçoamento atingido na execução das tarefas, identificar os  pontos fortes e as deficiências e em como você interage com seus colegas, chefe ou subordinados.  Com certeza, a entrevista girará em torno desses assuntos.

Numa boa empresa, o seu entrevistador, munido de uma planilha, lhe fará inúmeras perguntas e você deverá estar preparado para respondê-las com toda clareza e segurança.  Usando uma expressão moderna, você será argüido e avaliado à luz das competências ou das habilidades requeridas pelo cargo ao qual você se candidata. Seguramente, as mesmas competências que  deverão ser explicitadas  no currículo.

Vamos conhecer duas modalidades de competências. As técnicas e as comportamentais. As competências técnicas referem-se aos seus conhecimentos e experiências ligadas ao processo, ao manuseio, à execução. Você será mais hábil ou mais competente na razão direta da precisão, da qualidade e da eficácia que você consegue imprimir ao trabalho.

Já as competências comportamentais, dizem respeito a atributos pessoais, a atitudes, como por exemplo, habilidade para trabalhar em equipe, para relacionar-se com as outras pessoas, para liderar. Além dessas, há inúmeras outras competências comportamentais que são oriundas de seus atributos pessoais mas também da sua motivação ou do seu interesse pelo trabalho. Por exemplo: iniciativa, flexibilidade, persistência, comunicação, integridade, ética, autocontrole, adaptabilidade, resistência à pressão, inovação, autodisciplina, entre muitas outras. Dentre essas, várias  serão levadas em conta por quem o entrevistar. 

Bom saber que número de competências varia de acordo com o tipo de serviço e com  o nível do cargo, sendo que as comportamentais estarão presentes, sempre. Obviamente, quanto mais responsabilidades o cargo contiver, mais competências. Serão consideradas.

Voltemos a questão inicial, reflexão sobre experiência profissional. Numa autocrítica séria você procurará inventariar quais as competências que você desenvolveu mais e quais deixou de lado; no que você evoluiu e no que você estacionou. O que o motivou e o que não lhe despertou interesse. Como você interagiu com as pessoas. E assim por diante.

Perceba que essa reflexão lhe dará maior domínio sobre os assuntos e você irá preparado, mais tranqüilo e com maior segurança para a entrevista e esta postura lhe dará maior credibilidade junto ao entrevistador.  Por outro lado, você identificará os pontos fortes sobre os quais você deverá chamar a atenção no seu  currículo.

Conteúdo do currículo

É a parte fácil mas, nem por isso, menos importante. As informações  deverão retratar a realidade, deverão ser objetivas e redigidas em bom português. Mesmo que você redija adequadamente, sempre é bom pedir a outra pessoa que o leia e sugira eventuais correções.

Vejo o modelo mais adiante. O currículo deverá ser composto por vários blocos de informação começando com seus dados pessoais: nome, idade, estado civil, endereço e telefone para contato. No bloco seguinte, você colocará o Objetivo, isto é, colocará o título do cargo a que você se candidata ou que lhe interessa.

O terceiro bloco, que você chamará de Principais Qualificações. Este é o mais complicado pois aí você deverá resumir suas principais competências técnicas e comportamentais, produto da reflexão e da autoavaliação que você fez. Relacione de 6 a 8 competências.

O quarto bloco é a apresentação do seu Histórico Profissional. Você deverá relacionar – do último para o primeiro – os empregos pelos quais passou, titulo dos cargos que ocupava, datas de entrada e saída. Além disso, é oportuno colocar em poucas linhas, algumas informações sobre as principais responsabilidades em cada um dos cargos.

Finalmente, no último bloco, dê informações sobre sua Formação Escolar, mencionando também programas de treinamento e cursos de complementação que tenha feito. Não coloque fotografia e não relacione fontes de referência.

Seu desafio será o de fazer tudo isso caber, exagerando, em duas páginas, com estética adequada.  Tire cópias de boa qualidade e distribua-as pessoalmente, pelo correio ou pela Internet. E visite o maior número possível de empresas, consultorias, amigos, amigos dos amigos. Com a mesma determinação que usaria para completar uma maratona...

Preparado para o site www.incomporese.com.br
03/11/05

JOSÉ DA SILVA
Brasileiro, Casado
Rua Álvares Penteado, 131 – São Paulo – SP
36 anos
Telefone (11) 3800-3680

OBJETIVO
*
*

PRINCIPAIS QUALIFICAÇÕES:
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.

HISTÓRICO PROFISSIONAL
*
*
*
*
*

FORMAÇÃO ACADÊMICA
*

OUTROS CURSOS
 

*Formado em Pedagogia pela USP, Darci Garçon é head hunter, sócio-diretor da TAG Consultores trabalha há 40 anos em Recursos Humanos.

Voltar

© IntelectoRH Todos os Direitos Reservados